Recepção e desenvolvimento da Escolástica Barroca na América Latina, séculos 16-18: notas sobre a contribui- ção de Walter Bernard Redmond

Autores/as

  • Roberto Hofmeister Pich Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre / Brasil

Palabras clave:

filosofia colonial, escolástica colonial, Walter B. Redmond.

Resumen

Este artigo apresenta algumas das principais linhas do projeto de pesquisa «Scholastica colonialis», que tem o objetivo de investigar de forma exaustiva o desenvolvimento da filosofia escolástica barroca na América Latina, durante parte significativa do período colonial, isto é, séculos 16-18. Até hoje, a principal proposta de pesquisa sobre os materiais existentes e os méritos da filosofia «colonial» e «barroca» foi aquela exemplificada pelos estudos de Walter B. Redmond. Assim, busca-se expor, resumidamente, o status quaestionis que a síntese de seus trabalhos permite concluir

Biografía del autor/a

Roberto Hofmeister Pich, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre / Brasil

Doutor em Filosofia e Professor Adjunto no Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre / Brasil.

Publicado

06-09-2015

Número

Sección

Artículos